Comunicação Interna em tempos de home office. O que fazer?

É fato, a tendência do home office, mesmo no Brasil, é algo irreversível.

Não faz muito tempo que o presidente do Yahoo, uma das maiores empresas de internet do mundo, decidiu abolir esse “benefício” de seus funcionários. Motivo? Segundo ele, trabalhar em casa gera significativos prejuízos na agilidade e na qualidade dos serviços prestados.

Depois dessa declaração, os burburinhos pelo mercado começaram a pipocar: será que o trabalho a distância já não é mais um caminho sem volta?

O home office veio para ficar, pesquisas apontam isso, já que sua utilização oferecem benefícios econômicos significativos. Por exemplo, das 8.640 horas no ano, apenas 40% desse tempo a estrutura das empresas é utilizada, o restante são horas ociosas noturnas, finais de semana e feriados. Outro ponto, a mobilidade é algo em que se pode economizar, principalmente em relação ao tempo gasto no trânsito. E, por fim, a globalização, que já exige o trabalho a distância entre membros da mesma equipe, presentes em diferentes lugares do mundo, economizando tempo, transporte e hospedagens para se reunirem.

Mas, para que esse modelo seja 100% efetivo, existem duas questões primordiais:

  1. O aculturamento dos profissionais, já que a dinâmica do trabalho home office difere do ambiente corporativo.
  2. A forma pela qual a empresa se comunicará com essas pessoas, que na maioria dos casos ocupam cargos não operacionais e são formadores de opinião.

O que fazer?

Em ambos os casos, o papel do profissional e da área de Comunicação Interna é fundamental, seja criando um mecanismo de aculturamento efetivo, que mantenha ou até mesmo incremente a produtividade desses profissionais; seja no desenvolvimento de canais internos de comunicação que cheguem até as casas dessas pessoas, de forma ágil, eficiente e, principalmente, com conteúdo relevante.

Por fim, lembre-se que conteúdo relevante e atrativo não é fácil, demanda tempo, pesquisas e mais pesquisas. O segredo é conhecer muito bem o público com o qual está estabelecendo um diálogo e buscar informações e fontes que possuem alta credibilidade.

6 comentários sobre “Comunicação Interna em tempos de home office. O que fazer?

  1. Ótima abordagem Flavio!
    Apenas complemento que o colaborador em H.O, na grande maioria, permanece conectado ao trabalho por muito mais tempo do que se estivesse se deslocado. Isso pode orientar algumas estratégias de comunicação, como por exemplo, para aquelas horas em que as atividades tenham ultrapassado o horário convencional do trabalho.
    Também vale considerar que a família e o lar (de uma certa forma) desse colaborador, estão permeadas pela cultura da organização e, mais uma vez na minha opinião, devem ser contempladas em ações e campanhas e de engajamento, por exemplo.

    1. André, excelente observação. A casa do funcionário acaba se tornando uma extensão do ambiente de trabalho, nada mais adequado que a família também seja beneficiada pelas campanhas desenvolvidas pelas empresas. Na minha opinião, a grande questão é: até onde a comunicação interna deve chegar no lar dessas pessoas sem se tornar invasiva? É um desafio…

  2. Sem dúvida.
    Outro ponto que observo, é que o colaborador fora do ambiente corporativo passa a consumir com mais efetividade os conteúdos internos. Talvez porque para ele seja fundamental manter-se atualizado…

  3. O desafio, em minha opinião, é não permitir, justamente, que o ambiente corporativo se torne invasivo demais no familiar prejudicando as relações. Ações e campanhas de C.I. não deveriam avançar nesse espaço.

    1. Olá Isabel, obrigado pelo seu comentário. Com o home office, a linha entre ambiente de trabalho e a casa do funcionário, fica extremamente tênue. Por isso, qualquer ação sem planejamento ou mal estruturada, pode ser um “tiro no pé”. Mas, existem casos que ações internas de empresas, adentram os lares, sem causar indignação por parte do público, exemplos: cartões de Natal e Ano Novo, calendários, jogos lúdicos, entre outros. O grande segredo está mesmo em conhecer os funcionários. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s